HP e Brown Spiders fazem Paraná Bowl inédito

As semifinais do Campeonato Paranaense de Futebol Americano, disputadas no último domingo (4) em Curitiba, definiram uma final inédita para a competição. Paraná HP e Brown Spiders Futebol Americano venceram Francisco Beltrão Red Feet e Coritiba Crocodiles, respectivamente, e agora reeditam na grande final o confronto que inaugurou o estadual. Crocodiles 06 x 10 Brown […]

As semifinais do Campeonato Paranaense de Futebol Americano, disputadas no último domingo (4) em Curitiba, definiram uma final inédita para a competição. Paraná HP e Brown Spiders Futebol Americano venceram Francisco Beltrão Red Feet e Coritiba Crocodiles, respectivamente, e agora reeditam na grande final o confronto que inaugurou o estadual.

Crocodiles 06 x 10 Brown Spiders

No primeiro jogo do dia, no Complexo Esportivo Brown Spiders, o que se viu em campo foi o domínio das defesas em um jogo marcado pela imposição física. O placar baixo do confronto (10 a 06) mostra a dificuldade que os ataques tiveram em mover as correntes e avançar em campo.

Favoritos para o confronto, por conta da vitória na primeira fase e do histórico do confronto, os Crocodilos começaram bem a partida. Forçaram erros dos Aranhas já no começo do jogo, encaixaram um bom drive após recuperar um fumble e abriram o placar com o jogo corrido, ainda no primeiro quarto, mas desperdiçaram o extra point.

A partir daí, o jogo virou. Colocando pressão sobre o QB Drew Banks e limitando os ganhos terrestres do Croco, o Spiders passou a controlar as ações da partida. E se aproveitou de um fumble recuperado no campo de ataque para virar a partida já dentro do Two Minute Warning. Em jogada de play action, o QB Hulyan enganou a defesa alviverde, que buscou parar o jogo corrido, e entrou na end zone. Com o acerto no chute extra, os aranhas passaram à frente no placar.

Na segunda etapa, o nervosismo tomou conta dos crocodilos. Abusando dos erros no ataque, sem conseguir conter as jogadas de option dos aranhas e cometendo muitas faltas, o time foi se perdendo em campo. Em duas faltas pessoas cometidas, o Croco entregou 25 jardas para o Spiders, que capitalizou com um field goal de Fracaro, abrindo quatro pontos de vantagem.

Precisando entrar na end zone para reverter a desvantagem, o Crocodiles acelerou o jogo no último quarto, forçou mais um turnover do Brown e chegou à beira da end zone (linha de cinco jardas), mas os aranhas ergueram o muro, impediram as quatro tentativas de marcar do adversário e forçaram um turnover on downs.

Coube ao Spiders gastar o relógio e dificultar ainda mais a vida do Coritiba, que só foi ver a bola quando o relógio marcava pouco mais de três minutos para o final da partida. Banks carregou seu time novamente até o campo de ataque e o Croco teve quatro tentativas, partindo da linha de cinco jardas, para virar o placar, mas novamente a defesa do Spiders apareceu. Sacou Banks na primeira descida, defendeu um passe na segunda, evitou novo passe na terceira e impediu a entrada do corredor alviverde praticamente na linha de gol na quarta, dando números finais à partida e detonando a festa marrom no CEBS.

Com o resultado, os Aranhas quebram uma marca de oito anos sem vencer o rival e voltam à final estadual após três anos de ausência.

HP 38 x 06 Red Feet

HP e Red Feet duelaram pela segunda vaga no Paraná Bowl. (Foto: Felipe Raicoski)

Na segunda partida do dia, no CT Barcelos, casa do HP, os mandantes estavam determinados a não deixar a surpresa dominar as semifinais. Considerados favoritos no confronto, pela melhor campanha realizada na primeira fase da competição, o HP tentou desde o início impor seu ritmo de jogo acelerado e deixar poucas brechas para a equipe do sudoeste do estado.

O primeiro quarto passou sem pontuação, apesar dos visitantes terem a chance de abrir a contagem, com o kicker Igor Fieira, que errou uma tentativa de field goal. A partir do segundo período, as coisas entraram nos trilhos para os donos da casa. Após boa campanha ofensiva, o QB Rosa encontrou o recebedor Molina na end zone e abriu a contagem da partida.

Após forçar um three and out, a tentativa de punt dos pés vermelhos foi bloqueada pelo HP, que recuperou a bola e marcou mais um TD, abrindo vantagem de duas posses no placar.  Ainda deu tempo para um field goal do HP e também para o QB Manzo encontrar seu outro recebedor, Gulin, na end zone na primeira etapa, e o jogo foi para o intervalo com vantagem de 24 a 0.

O WR Molina foi destaque do jogo, com dois TDs recebidos. (Foto: Felipe Raicoski)

A segunda etapa seguiu a toada da primeira. Apesar dos ajustes promovidos pelo treinador Carlos Alves no ataque do Red Feet, contenção defensiva do HP seguiu firme e o time visitante só foi pontuar no último quarto, quando o QB Mãozinha achou seu corredor, Munir, na end zone. Porém, aí o jogo já estava fora de alcance, já que Molina havia anotado seu segundo TD da partida, no terceiro quarto, e o relógio marcava menos de três minutos para o final.

Na tentativa de descontar o placar, Mãozinha passou a forçar passes e, em um deles, a defesa do HP interceptou a bola e anotou mais um TD com o retorno para a end zone. Fim de jogo, HP 38, Red Feet 06.

Atual campeão Paranaense, o HP agora vai para sua quarta decisão seguida de Paranaense e tenta o bicampeonato, desta vez sobre o Brown Spiders.

Apesar da derrota, a participação do Red Feet no certame não está encerrada. Por ser o campeão da Divisão Oeste, a equipe do interior disputa o Pinhão Bowl, partida que colocará os pés vermelhos frente a frente com os campeões da Divisão Leste, o Curitiba Guardian Saints.

 

Datas das Finais

O Pinhão Bowl está previsto para acontecer no dia 17/Junho; já o Paraná Bowl, segue sem data confirmada mas estimativas entre 24/junho e 1/julho.

Deixe um Comentário

Name *
Email *
Website
Comentarios *

Related Post

Sobre

O melhor conteúdo de futebol americano para amantes do esporte como nós ;)
Fique por dentro do que rola no FA no Brasil e no mundo com o Portal do FA.

Contato

Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3847, Mossungue
Curitiba – Paraná - Brasil
UP