É importante disputar Campeonatos Estaduais?

Esta é uma questão que escuto cada vez com maior frequência. Afinal, o quão importante são os estaduais para as equipes de futebol americano no Brasil? Placares elásticos e jogos com pouco equilíbrio alimentam a opinião dos contrários; no entanto o argumento de que esses torneios servem para dar experiência serve como pilar de sustentação […]

Esta é uma questão que escuto cada vez com maior frequência. Afinal, o quão importante são os estaduais para as equipes de futebol americano no Brasil?

Placares elásticos e jogos com pouco equilíbrio alimentam a opinião dos contrários; no entanto o argumento de que esses torneios servem para dar experiência serve como pilar de sustentação dos que defendem as competições estaduais.

Antes de prosseguir, gostaria de pedir a sua opinião (como dirigente, coach, atleta ou fã). Comente no site ou facebook.

Farei aqui um agregado de opiniões sobre o assunto.

 

A disparidade técnica

Durante o período em que são realizados os estaduais, se tornam mais frequentes jogos com placares elásticos.

Muitas vezes, a fim de viabilizar um campeonato, equipes com níveis muito distintos são colocadas para se enfrentar. Mas a disparidade técnica que aparece em campo, além de representar um risco desnecessário aos atletas, é um fator comercialmente negativo tanto para as equipes quanto para as Federações.

Possível solução: mais de uma divisão estadual

Felipe Oliveira, árbitro mais experiente do Paraná e diretor de arbitragem da FPFA (Federação Paranaense de Futebol Americano) acredita que melhores formatos podem ser a solução: “Eu vejo com bons olhos os campeonatos estaduais, é mais um traço cultural nosso que foi incorporado no Futebol Americano. No entanto, com a separação das equipes em divisões se obteria mais movimentação e apelo comercial no campeonato. Times brigando pelo título, outros brigando pra não cair, outros brigando pra subir.. mas o importante é buscar equilibrar, equalizar o nível técnico das equipes em disputa”.

Rodrigo “Herege” Cardoso, OL do Crocodiles complementa: “Nenhum time desenvolve jogador dando ou levando surra no placar.”

Pessoalmente, concordo com ambos.

 

Estaduais servem como pré-temporada?

Para mim, essa ideia não tem sentido algum. Torneios estaduais irão gerar desgaste físico, mental e financeiro dos atletas.

São diversas as histórias de atletas importantes perdendo temporada após se lesionar em jogos estaduais sem importância.

Além disso, por conta da agenda no primeiro semestre, toda a periodização dos treinos deverá ser alterada também.

Possível solução: uso de times mistos e/ou categorias de base

Coach Ítalo Mingoni tem uma opinião interessante, ele diz: “Eu jogo estadual com time de desenvolvimento ou time misto. Porque é pra isso que serve. Estadual serve pra capacitar, instalar e desenvolver atleta; preparar para o que é importante de fato: os nacionais”.

Coach Mario Bento, divide a opinião: “Estadual deve ser para time de desenvolvimento. Desta forma, permitiremos aos nossos atletas ‘de elite’ ter uma melhor e mais trabalhada pré-temporada.”

 

Conclusão

Minha conclusão pessoal sobre o assunto parece ser a mesma de quase todo coach e dirigente com quem eu converso: Estadual deve sim ser disputado mas não no formato e mentalidade atuais.

E você, qual sua opinião?

Deixe um Comentário

Name *
Email *
Website
Comentarios *

Related Post

Sobre

O melhor conteúdo de futebol americano para amantes do esporte como nós ;)
Fique por dentro do que rola no FA no Brasil e no mundo com o Portal do FA.

Contato

Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3847, Mossungue
Curitiba – Paraná - Brasil
UP