CrossFit e Futebol Americano: certo ou errado? (Parte 2)

Seguindo com o post sobre a rela√ß√£o dos treinos de CrossFIT e futebol americano, n√≥s entrevistamos quatro profissionais que trabalham com a prepara√ß√£o f√≠sica de atletas de FA. Confira a sequ√™ncia das entrevistas abaixo. Se voc√™ n√£o leu a mat√©ria anterior, clique aqui.   R√īmulo Tuleski (Brown Spiders FA): A estrutura das boxes √© um […]

Seguindo com o post sobre a relação dos treinos de CrossFIT e futebol americano, nós entrevistamos quatro profissionais que trabalham com a preparação física de atletas de FA.

Confira a sequência das entrevistas abaixo.

Se você não leu a matéria anterior, clique aqui.

 

R√īmulo Tuleski: educador f√≠sico e atleta do Curitiba Brown Spiders

R√īmulo Tuleski (Brown Spiders FA): A estrutura das boxes √© um dos principais pontos positivos do CrossFIT. A quantidade e variedade de materiais adequados √†s pr√°ticas, aliados ao piso emborrachado, barras ol√≠mpicas e pesos, por exemplo, entregam exerc√≠cios muito pr√≥ximos aos que o atleta realiza em jogo. Sendo assim, R√īmulo acredita que a modalidade prepara o atleta de uma forma mais completa para o jogo. Por√©m, ele aponta pontos negativos tamb√©m, sendo o principal deles o tempo investido, uma vez que as atividades exigem pr√°tica para serem executados de maneira proveitosa.

 

 

 

Adan Rodriguez: educador físico e atleta do Coritiba Crocodiles

Adan Rodriguez (Coritiba Crocodiles): Segundo Adan, √© imposs√≠vel um atleta ter excelente performance no CrossFIT e no futebol americano ao mesmo tempo. O ‚Äúovertraining‚ÄĚ seria o principal motivo. Ele afirma que o CrossFit apresenta muitos benef√≠cios, mas a pr√°tica simult√Ęnea com o futebol americano pode facilitar les√Ķes. Al√©m disso, outro problema recorrente √© que muitos atletas insistem em fazer o treinamento por conta pr√≥pria. Ele ressalta que a orienta√ß√£o de um bom profissional de educa√ß√£o f√≠sica garante que o atleta consiga os resultados desejados de forma segura.

 

 

 

André Peres: mestrando e preparador físico do Paraná HP

Andr√© Peres (Paran√° HP): De acordo com Andr√©, os ‚Äúmovimentos funcionais constantemente variados em alta intensidade‚ÄĚ n√£o respeitam etapas fundamentais para adapta√ß√£o ao treinamento como choque, recupera√ß√£o e transi√ß√£o onde o atleta quebra sua homeostase de forma segura e cont√≠nua garantindo assim sua melhor performance na competi√ß√£o. Somado a isso, acredita que o m√©todo n√£o atende √†s exig√™ncias de ¬†individualidade e especificidade do atleta. Um exemplo que cita √© de que n√£o seria vi√°vel um cornerback realizar o mesmo WOD (workout of the day) que um lineman. Segundo ele, a prepara√ß√£o de um atleta envolve organiza√ß√£o e planejamento, com per√≠odos espec√≠ficos para o desenvolvimento de um atleta at√© o seu √°pice. ¬†Apesar de n√£o considerar o CrossFIT como uma modalidade segura e eficiente que leve os atletas ao √°pice de performance no per√≠odo exato, ele avalia a pr√°tica como uma excelente op√ß√£o para quem n√£o √© atleta.

 

 

 

Filipe Costa: Atleta do S√£o Jos√© Istep√īs

Filipe Est√°cio Costa (Istep√īs Futebol Americano): Filipe acredita que a prepara√ß√£o f√≠sica de um atleta de qualquer esporte tem que ser o¬†mais espec√≠fico poss√≠vel e elaborada de acordo com o calend√°rio do atleta ou de sua equipe. Neste sentido, o treino de CrossFIT, que possui altas cargas e alto volume de exerc√≠cios, pode entrar em conflito com os treinos do futebol americano que tamb√©m s√£o intensos e de alto impacto. Como aspecto positivo aponta que muitos atletas n√£o treinam de maneira intensa nas academias tradicionais e que para estes atletas o CrossFit poderia ser uma boa op√ß√£o. Al√©m disso, ele afirma que a modalidade promove muitos movimentos de levantamento ol√≠mpico de peso e exerc√≠cios pliom√©tricos que desenvolvem for√ßa e pot√™ncia, ambas capacidades f√≠sicas fundamentais para os atletas de futebol americano. Apesar dos pontos positivos mencionados, Filipe afirma que entrar numa academia de CrossFit pode n√£o ser a melhor escolha para um atleta que tem como foco principal o seu desenvolvimento no futebol americano.

 

 

Conclus√£o

Parece haver um consenso entre os profissionais consultados em relação aos benefícios do CrossFIT para a população em geral, pois o esporte abrange todas as habilidade físicas do corpo humano, mas quando o assunto é o uso para preparação de atletas de futebol americano aparecem as divergências. O ponto de conflito entre os comentaristas está principalmente na especificidade e periodização, já que o treino da modalidade é o mesmo para todos os praticantes.

Soma-se a isso o fato de que a periodização de treinos das boxes não acompanha o calendário de treinos e jogos dos times, podendo haver sobrecarga de treino sobre um atleta prejudicando seu desempenho em uma ou outra modalidade, impedindo que atinja o ápice de sua capacidade física no momento desejado.

 

Mas e você? O que considera que seja ideal para a preparação física dos atletas amadores de futebol americano? Será que já existe a fórmula perfeita?

Deixe um Comentário

Name *
Email *
Website
Comentarios *

Related Post

Sobre

O melhor conte√ļdo de futebol americano para amantes do esporte como n√≥s ;)
Fique por dentro do que rola no FA no Brasil e no mundo com o Portal do FA.

Contato

Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3847, Mossungue
Curitiba ‚Äď Paran√° - Brasil
UP