Conceitos de Passe: Four Verticals – Parte 1

Nessa semana vamos apresentar um conceito de passe que já Ă© conhecido por muitos e presente na maioria das equipes, seja o nĂ­vel que for, devido Ă  sua versatilidade ao atacar diferentes coberturas da defesa. Conhecido como Four Verticals, esse conceito que se utiliza de rotas verticais em velocidade busca espalhar recebedores pelo campo de […]

Nessa semana vamos apresentar um conceito de passe que já é conhecido por muitos e presente na maioria das equipes, seja o nível que for, devido à sua versatilidade ao atacar diferentes coberturas da defesa. Conhecido como Four Verticals, esse conceito que se utiliza de rotas verticais em velocidade busca espalhar recebedores pelo campo de modo que “estique” a defesa tanto verticalmente, quanto horizontalmente.

A estrutura básica da Four Verticals envolve 4 rotas verticais, sendo as duas de fora na direção dos números que marcam as jardas do campo, e duas internas nas hasmarks.

Podendo ser executada nas mais variadas formações, geralmente é utilizada no College Football em formações abertas com 4 Wide Receivers, mas também é encontrada em formações com 1 Tight End e 3 Wide Receivers, como na imagem abaixo:

  • É importante que um recebedor (H) execute a LOCKED SEAM (sem variações). Nessa rota, deverá esperar um passe mĂ©dio, que pode chegar logo apĂłs ultrapassar os linebackers e antes de chegar nos safeties. Deverá correr a 2 jardas por fora das hashmarks, mantendo o posicionamento por dentro do seu defensor caso seja uma marcação individual, facilitando uma janela para o passe.

 

  • O Tigh End (Y) aqui executa a rota conhecida como Seam Read, onde fará escolhas de acordo com o que a defesa está apresentando, tomando o maior ângulo para fugir dos defensores apĂłs o snap. Geralmente, as leituras sĂŁo:
    • ApĂłs uma BLITZ do seu defensor direto, caso haja um outro defensor na sua frente deverá cortar para o meio do campo esperando um passe rápido;
    • Caso observe o DOIS SAFETIES ABERTOS no fundo (Cover 2) deverá realizar um corte leve para fugir do Safety aberto do seu lado, criando uma janela de passe entre os dois safeties. Se a defesa for individual nesse caso, alĂ©m de realizar o corte para o meio deverá manter o posicionamento por dentro de seu defensor, facilitando o passe.
    • Caso observe o UM SAFETY FECHANDO O MEIO DO CAMPO (Cover 3 e Cover 1), ele deverá manter a sua rota perto das hashmarks se afastando levemente do Safety.
    • Caso observe DOIS SAFETIES FECHADOS NO MEIO DO CAMPO (Cover 4), ele deverá realizar um corte de 90 graus por volta das 12 -15 jardas atrás dos Linebackers.

 

  • O Recebedor (X) do backside, lado oposto Ă  Seam Read, deverá ler seu defensor em atĂ© 10 jardas e caso ele continue recuando deverá freiar e retornar exatamente para trás, esperando um passe por volta das 12 jardas. Caso consiga bater seu defensor no fundo do campo, deverá manter a rota GO, esperando um passe em profundidade.

 

  • O Recebedor (Z) do playside, lado da Seam Read, deverá executar a mesma leitura do recebedor do backside, porĂ©m terá ainda a opção de cortar levemente para dentro, caso seja uma defesa em zona com o defensor recuando para a lateral do campo.

 

  • O Running Back (R) geralmente contribui para a proteção do quarterback em caso de BLITZ. Caso contrário deverá executar uma DRAG ou FLAT em direção ao playside (lado da Seam Read) e esperar nos nĂşmeros.

 

  • O Quarterback começa a sua leitura antes do snap, antecipando possĂ­veis coberturas e blitzes.
    • ApĂłs o snap, deverá realizar 3 passos do dropback (1 drop caso receba o snap em shotgun) já analisando o comportamento da defesa e sua primeira leitura deverá ser do posicionamento dos safeties, identificando uma possĂ­vel janela de passe para a LOCKED SEAM (Recebedor H).
    • Caso a defesa elimine essa rota de vantagem, deverá ler rapidamente o recebedor de fora (X).
    • Caso esteja marcado, deverá se posicionar para ler a SEAM READ (Recebedor Y), sendo que a leitura da defesa já antecipará possĂ­veis janelas de passe.
    • Caso a rota tambĂ©m esteja marcada e exista um defensor em zona na lateral impedindo o passe para os recebedores Y e X, o quarterback deverá se posicionar para passar a bola para o Running Back (R).
    • Em caso de blitz, as combinações entre as duas rotas internas darĂŁo uma boa possibilidade de passes rápidos.

 

O Conceito de Passe Four Verticals também pode ser executado em outras formações, com um recebedor de um lado e três do outro, por exemplo. Oferece ainda outras possibilidades com pequenos ajustes nas rotas, que serão mostrados no próximo artigo.

 

Deixe um Comentário

Name *
Email *
Website
Comentarios *

Related Post

Sobre

O melhor conteĂşdo de futebol americano para amantes do esporte como nĂłs ;)
Fique por dentro do que rola no FA no Brasil e no mundo com o Portal do FA.

Contato

Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3847, Mossungue
Curitiba – Paraná - Brasil
UP